Como a Supply Chain pode Otimizar sua Produtividade

supply chain integrada

Com a intensificação da globalização e o avanço da tecnologia, o mercado tem se tornado cada vez mais competitivo, disputado e imprevisível. Por essa razão, a supply chain, também conhecida como cadeia de suprimentos, mostrou ser uma estratégia indispensável para a logística operacional de qualquer empresa.

Buscar entender a fundo o seu funcionamento a fim de inseri-la no seu planejamento estratégico vai ser a chave para conseguir melhores resultados. Nesse artigo vamos abordar o que é supply chain, sua importância e como é possível aplicá-la em seu negócio.

O que é supply chain?

Trata-se de um gerenciamento que abrange todo o fluxo de materiais e atividades relacionadas a estes ao longo do processo de produção. Isso envolve desde a compra da matéria-prima, seu recebimento e transformação em produto, até o atendimento e a distribuição ao cliente final. O objetivo central da supply chain é obter conhecimento e estabelecer relações entre cada uma dessas etapas a fim de assegurar controle e eficiência.

Estamos falando de um monitoramento de rede a qual distribuidores, fornecedores, atacadistas, parceiros estratégicos e clientes interagem harmonicamente. Todos desempenhando papeis importantes para o conjunto da obra. Nesse sentido, imagine o quão benéfico dever ser adquirir formas de se evitar que, dentro desse ciclo, ocorram imprevistos e custos indesejados? Uma condução empresarial preocupada com a integração dos seus elos é capaz de proporcionar isso.

Logo, investir em uma gestão de supply chain management vai impactar não apenas na cadeia administrativa do seu negócio, mas na satisfação do consumidor final.

Logística e cadeia de suprimentos: são sinônimos?

Muitos cometem o erro de sinalizar logística e cadeia de suprimentos com o mesmo conceito. Embora andem sempre juntos quando falamos de gestão inteligente, ambos não são sinônimos.

A logística volta-se para operações que tratam do movimento de carga ao seu destinatário, como a alocação no armazém, a sua transportação, entre outros.

Já a supply chain engloba a parte estratégica envolvida em todo esse processo de transposição, além das atividades anteriores e posteriores a essa etapa. Sendo essas o aparato referente à compra, armazenagem, distribuição e possíveis devoluções e trocas. Entende-se que é um planejamento pelo qual busca-se identificar pontos fortes e fracos na produção, enquanto a logística é apenas uma parte do todo.

supply chain 4.0

Tecnologias que impactam na cadeia ou Supply chain 4.0

Sabemos que o desenvolvimento tecnológico tem impulsionado novas formas de conceber inúmeros processos de maneira a trazer mais agilidade, confiabilidade e flexibilidade nas operações.

A adoção da inteligência artificial à cadeia, chamada de supply chain 4.0, vai de encontro a estrutura tradicional de venda para se adaptar a essa nova realidade da internet das coisas. Algumas delas já conhecemos bem, como o rastreamento de rotas e sensores para detectar incongruências no fluxo por meio de aplicativos e GPS.

O sistema de blockchain também tem sido tendência no quesito de ampliar a transparência e a segurança contra fraudes. De forma superficial, trata-se de uma tecnologia de armazenamento de informação ultra confiável. Nesse sentido, pode ser incorporada para registrar cada etapa da viagem da carga, ideal quando estamos falando de transporte de perecíveis. Também é possível eliminar a grande quantidade de documentos que deveriam ser preenchidas ao longo desse processo, podendo reduzir custos.

Vantagens da Supply Chain

Acreditamos que uma das principais vantagens da gestão de cadeia está presente no seu próprio conceito: adquirir controle e comunicação entre todos os elos que envolvem o seu negócio. Esse sistema integrado ajuda a manter um acompanhamento mais eficiente entre os colaboradores. Ademais, vamos apontar aqui outros benefícios que a supply chain pode trazer para a sua empresa se tornar mais competitiva no mercado.

3- Redução de custos de operação e aumento da receita

Ao deter uma visualização mais ampla acerca de toda a trajetória logística e administrativa do processo produtivo, torna-se mais fácil apontar erros. Sob essa lógica, procura-se reduzir falhas, desperdícios de insumos, casos de duplicidade e gastos desnecessários.

Com uma alocação de recursos apropriada e produtiva, basta observar a maximização dos seus ganhos por meio de preços competitivos. Naturalmente, se existe sinergia entre todas as partes que impactam no seu empreendimento, os resultados consequentemente serão de lucros maiores e expansão da sua marca.

2- Mais qualidade para os seus produtos e serviços

O aumento das exigências por parte dos consumidores ao passar do tempo é inquestionável. Por isso, prezar pela qualidade dos seus produtos e serviços deve ser um dos seus objetivos para alcançar a aprovação dos clientes.

Adotando a supply chain, é possível melhorar os processos internos a fim de atender às novas demandas. Também viabiliza-se a priorização de práticas melhores, como a seleção de fornecedores de custo-benefício mais adequado a sua empresa ou métodos mais sustentáveis.

3- Assertividade no gerenciamento de risco

Ser parte integrante de todos os processos organizacionais de sua empresa é fundamental para se esquivar de riscos produtivos. A supply chain é capaz de aguçar a sua identificação de incertezas com o intuito de poupar dores de cabeça futuras. Além de também auxiliar em uma padronização das etapas de modo a dificultar tais problemáticas.

Assim, a sua tomada de decisão torna-se mais certeira quando se há uma percepção transparente e geral da sua cadeia. Vale ressaltar que em momentos de instabilidade externa, estar munido com uma gestão de supply chain forte e de novos planos de atuação será essencial para o seu destaque no mercado.

supply chain coordenação

Colocando em prática na sua empresa

Agora que você já sabe o seu significado e suas principais vantagens, que tal descobrir como aplicá-la?

Inicialmente, é preciso uma equipe a qual todas as áreas estão preparadas para orientar e captar informações. Como um organismo vivo, todas as suas partes devem cooperar em união, certo?

Dessa forma, o setor de recursos humanos deve estar empenhado em recrutar uma rede de pessoas qualificadas e constantemente lapidadas para atuar na supply chain. Com uma força de vendas bem treinada, por exemplo, fica mais fácil de lidar com objeções e desenvolver um diálogo melhor com o cliente final. Também é extremamente importante que o setor de marketing esteja atento para mudanças em relação aos consumidores e assinalar essas descobertas para os demais.

A área de estoque e transporte é outra que exige métodos de pesquisa coerentes, pois seus ritmos processuais possuem categorias temporais diferentes. Sendo assim, deve-se pensar nas decisões feitas a curto, médio ou longo prazo entre gestores e supervisores.

Existe um método de ciclo mensal bastante utilizado voltado para análise de dados acerca das operações e níveis de estoques, chamado de planejamento de demanda ou S&OP. Com ele, detém-se informações suficientes para definir seus indicadores de performance (KPIs) e fazer a previsão mais adequada dos próximos passos a serem tomados. Posteriormente, é feito o contato com os fornecedores e todos envolvidos para o alinhamento.

E, claro, você pode e deve utilizar a tecnologia ao seu favor. Descubra as melhores ferramentas de automação e interação online para tornar a sua produção mais ágil e atraente.

 

 

 

E aí? Já conhecia a supply chain? Conta pra gente nos comentários sua experiência e o que achou do artigo!

Para te ajudar na tomada de decisões, a Argos oferece alguns serviços especializados: Pesquisa de Fornecedores, Análise de Cenário e Prospecção de Mercado.

Quem escreveu:

Renata Lannes

Consultora de Marketing

Tags: , , , , , , ,

2 comentários

  1. Julia Marrocos disse:

    Muito bom o artigo! Tenho muito interesse em trabalhar nessa área.

  2. Larissa Marques disse:

    Artigo bem esclarecedor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *