O Protagonismo Brasileiro na Exportação de Carne Bovina

A carne bovina brasileira no mercado internacional

Não é novidade que a carne bovina brasileira está presente na mesa de vários consumidores ao redor do mundo. Segundo dados da ABIEC (Associação Brasileira das indústrias Exportadoras de Carnes), o Brasil produz em média 10,32 milhões de toneladas de carne bovina, estando no ranking dos principais produtos exportados pelo Brasil. Um dos motivos pelo qual a pecuária brasileira ter tanto destaque no mercado internacional é a qualidade derivada de décadas em investimentos em tecnologia. 

No site da EMBRAPA (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) é possível ter acesso à infográficos que mostram as etapas da cadeira produtiva da carne bovina. Nota-se então, que o mercado brasileiro de carne bovina era bem menos especializado que atualmente, e a produção tinha como maior destino o mercado interno, visto que questões sanitárias impediam a exportação de carne brasileira. Assim, com a modernização e os avanços tecnológicos no campo, a organização dessa cadeia produtiva melhorou as condições da produção, melhorando também a qualidade da carne bovina, exemplos dessa melhora foi o aumento do peso dos animais, a diminuição de mortes e o aumento da natalidade – todos consequências dos avanços tecnológicos no campo. A partir disso, a exportação de carne bovina para o exterior cresceu exponencialmente.

Levantamentos feitos pela SECEX (Secretaria de Comércio Exterior) e divulgados pela ABIEC mostram o crescimento das exportações brasileiras de carne bovina do primeiro semestre de 2021 para o primeiro semestre de 2022. A receita mostra um crescimento de 52% em receita (Acumulados no primeiro semestre de 2022) comparado com o mesmo período do ano passado, assim houve um faturamento de US$6,2 bilhões, enquanto nesse mesmo período do ano passado apenas US$4,08 bilhões. Também houve um aumento do volume dessa produção comparado com esse mesmo período do ano passado, o aumento foi de 21,5%. Portando, o crescimento evidencia que, cada vez mais a carne bovina brasileira ganha espaço no comércio internacional não apenas pela qualidade do nosso produto como também pela posição do Brasil como um principal parceiro comercial de outras nações, isso mostra a vantagem competitiva do Brasil no mercado internacional, aponta Antônio Jorge Camardelli presidente da ABIEC.

Tendências e oportunidades para a exportação de carne bovina brasileira para mundo

Pesquisadores da CiCarnes (Centro de Inteligência da Carne Bovina) publicaram uma análise chamada “Boletim 43” que expõem dados sobre o consumo de carne bovina no mundo para os próximos anos. Esse boletim é uma resposta às conclusões de um relatório chamado “Beef Lags In Post-Covid 19 Me Consumption Acceleration” no qual os pesquisadores brasileiros mostram as tendências e as oportunidades para a indústria da carne bovina brasileira.

A pesquisa afirma que o consumo de carne bovina irá diminuir em países desenvolvidos por três fatores: Meio ambiente, preço e saúde. O primeiro está relacionado a questão da sustentabilidade e defesa ao meio ambiente, uma das maiores pautas nas relações internacionais, relacionado principalmente com a questão do desmatamento e dos gases de efeito estufa emitidos pelos animais, além disso o mercado internacional de produtos govegan cresce com o passar dos anos. O segundo é autoexplicativo, o preço da carne bovina continuará sendo mais caro que outros tipos de carne. O terceiro tem relação com a pandemia da Covid-19, tem crescido a preocupação em relação ao alto consumo de carne vermelha e seus riscos para a saúde humana. Portanto, a redução de consumo desses países pode impactar negativamente a exportação de carne brasileira para esses mercados.

Exportação de carne bovina para o mercado asiático

Em contraste o documento aponta que a Ásia é a região do mundo que mais e projeta o aumento de consumo de carne bovina, se tornando um mercado importante para o Brasil. A Ásia consiste sendo o maior continente do mundo, tanto territorialmente como demograficamente, o continente asiático possuí 3/5 da população mundial. Os dois países com a maior população do mundo são a China e a índia, a segunda devida à predominância da religião hinduísta no país não consome tanta carne bovina devido as suas crenças, todavia China por sua vez sempre foi um dos maiores consumidores de carnes do Brasil. Em um relatório intitulado “Projeções para o mercado mundial de carne bovina 2020-2029 foi citado um documento chamado “OECD-FAO Agricultural Outlook 2020-2029” publicado pela FAO (Food and Agriculture Organization of the United Nations) que afirma que a Ásia é a região do mundo com maior índice de crescimento do consumo de carne bovina per capital.

Dessa maneira, é esperado que a exportação de carne bovina brasileira cresça em países asiáticos, a Ásia continua sendo o principal mercado para quem deseja exportar carne bovina. O boletim número 58° do CiCarne publicado no segundo semestre de 2021 previa que em 2022 a carne bovina brasileira ganhasse um competidor ao mercado chinês, isto é, era esperado que a exportação de carne bovina estadunidense competisse em busca de espaço nesse mercado. Além dessa possível ameaça, uma oportunidade seria a queda na produção de carne suína pelos países asiáticos, incluindo a China, isso demandaria mais da exportação de carne bovina brasileira, essa previsão é baseada nos estudos dos pesquisadores da Embrapa Gado de Corte que fazem parte do Cicarne. 

Por esses motivos é importante conhecer o mercado no qual vai se exportar, entender as oportunidades e fraquezas. Por mais que o consumo de carne bovina em alguns países esteja diminuindo, seja por motivo social, cultural ou religioso, existem outros mercados nos quais apostar. Logo, baseado em todas essas informações e dados você pode investir em internacionalizar o seu negócio optando por uma exportação segura.

Como a Argos pode te auxiliar na hora de exportar carne bovina?

Após conhecer o protagonismo brasileiro na exportação de carne bovina, é o momento de pôr a mão na massa e internacionalizar a sua empresa.

A Argos Consultoria Internacional é uma empresa júnior com mais de 10 anos de mercado que já auxiliou dezenas de empresas a desenvolver e expandir seu negócio. Buscamos dar suporte a micro, pequenas e médias empresas que buscam exportar produtos através dos nossos serviços de Estudo de Mercado, Diagnóstico Administrativo e Estudo Comercial.

Quem escreveu:

Jayanne Balbino

Consultora de Projetos

Siga-nos nas redes sociais!

Tags: , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

oito + 5 =

Enviar mensagem
Faça seu diagnóstico grátis via Whatsapp
Argos Consultoria Internacional
Olá!
Faça seu diagnóstico gratuito via Whatsapp com um de nossos consultores clicando no botão abaixo.