Cultura de Feedback: a importância de criar um ambiente saudável dentro do seu negócio

feedback

Você já pensou sobre a importância de melhorar o diálogo e a performance dos seus colaboradores dentro da sua empresa? Estimular uma boa Cultura de Feedback pode te ajudar com isso!

O sucesso e o alcance de bons resultados em um negócio caminham lado a lado com a manutenção de uma gestão de pessoas eficiente, uma vez que manter colaboradores alinhados com as expectativas que se tem sobre seu desempenho é essencial para que se encontre um equilíbrio, e sejam estudadas formas de melhorar essa relação. Uma ferramenta muito importante nesse alinhamento, e na construção de um ambiente mais aberto ao diálogo dentro do contexto empresarial, é o Feedback.

Neste artigo, abordaremos tudo que você precisa saber sobre essa ferramenta, além da forma como ela pode contribuir para o desenvolvimento do seu negócio. Vem com a gente!

O que é um feedback?

O feedback é uma forma de promover um processo que contribui para o desenvolvimento de uma pessoa, e o aprimoramento do serviço que ela desempenha, por meio do estabelecimento de um diálogo acerca da percepção sobre ela. Essa troca não deve ser unilateral, portanto, é interessante que não só os gestores, mas também os próprios colaboradores dêem e recebam feedbacks. Nessas ocasiões, deve-se levar em consideração os pontos no qual a pessoa analisada lhe agrada, quais comportamentos ela deve manter, ou melhorar, e de qual forma essas percepções podem ser transmitidas, de modo que seja estabelecido um diálogo produtivo.

Nesse sentido, é importante apontar que, enquanto um feedback pode trazer à tona tanto percepções positivas, quanto negativas, elas devem sempre ser passadas de uma maneira construtiva. Qualquer tipo de diálogo que adote uma abordagem destrutiva deixa de ser um feedback, e se torna um desrespeito.

Por que incentivar uma cultura de feedback é importante?

feedback

A importância de uma empresa incentivar uma cultura de feedback interna se constrói devido a alguns motivos. Entre eles, destacam-se a capacidade de manter, mudar ou melhorar comportamentos dos integrantes de uma empresa, e de direcioná-los para um caminho de crescimento profissional e pessoal. Além disso, uma cultura de feedback permite um maior reconhecimento do trabalho desempenhado por esses integrantes, e a partir disso, colabora para motivá-los a continuar com o seu rendimento, assim como também contribui para criar oportunidades de alinhamento de expectativas entre colaboradores e gestores, proporcionando uma troca de percepções acerca de uma situação.

Quando não é estimulado o costume de dar e receber feedbacks dentro do ambiente empresarial, os integrantes dessa empresa não possuem uma oportunidade para que eles possam se desenvolver e evoluir, não só como profissionais, mas também como pessoas. Isso não prejudica somente o rendimento do capital humano de um negócio, como a própria empresa em si, tendo em vista que não há um espaço para que se chegue a um entendimento do que pode ser melhorado de acordo com as suas necessidades, e dos resultados que ela visa alcançar.

TORNE-SE COMPETITIVO NO MERCADO!

Entenda quais são as novas tendências globais e descubra como adaptar-se para sair na frente do seu concorrente com o nosso E-BOOK gratuito.

Clique aqui para saber mais!


Quais são as formas de feedback?

Existem quatro tipos de feedbacks, divididos em efetivos e não efetivos. São eles:

1) EFETIVOS

1.1. Feedback positivo

Exprime congratulação/elogio. O funcionário sob avaliação tem suas competências e ações reconhecidas, o que é motivador para que ele siga com o bom trabalho. Lembre-se: todos têm qualidades e merecem ser valorizados. Durante uma avaliação de desempenho, é sempre recomendável que haja este feedback com foco em esclarecer ao colaborador os seus bons resultados.

1.2. Feedback construtivo

Tem por objetivo chamar a atenção para um comportamento ou uma ação que deva ser mudada ou abolida. Também, pontuar o que pode ser melhor exercido. Este feedback é de suma importância para o colaborador, pois possibilita que ele ajuste pontos que antes desconhecia e possa melhorar sua performance, se desenvolvendo como indivíduo e profissional.

2) NÃO EFETIVOS (portanto, não recomendado)

2.1. Feedback ofensivo

Quando o emissor ofende, desqualifica e/ou humilha o colaborador. Isso não provoca mudanças positivas, mas gera ressentimento. Consoante ao pensamento da filósofa Hannah Arendt, o mal maior está na total ausência de empatia. Lembre-se sempre de se preocupar com o sentimento do outro e evitar palavras e declarações ofensivas.


2.2. Feedback insignificante

Um feedback é irrelevante quando não é possível captar qual mensagem está sendo passada. Ele é vago, destituído de conteúdo, e o colaborador não é capaz de localizar quais seus pontos positivos e quais os pontos que precisam ser melhorados.

Como o feedback pode dinamizar o desenvolvimento da sua empresa?

A boa performance de uma entidade está diretamente relacionada à sua coesão interna, isto é, entre os seus diversos departamentos. Empresas de exportação e importação, em especial, têm muitos setores envolvidos e interligados em virtude de toda a logística envolvida com os processos de nacionalização e internacionalização de mercadorias. Uma organização com cultura e metodologia de feedback bem estruturadas contém colaboradores motivados, cientes de suas funções e do funcionamento das partesEm um cenário hipotético, imagine que o Rodrigo, integrante do time de tratamento comercial da sua empresa, não tem convertido as informações em conhecimento de maneira satisfatória nos projetos, de modo a dificultar que as equipes de tratamento administrativo e tributário tenham uma visão completa do que é ou não recomendável para o cliente. A falha, portanto, reverbera por toda a cadeia produtiva.

Neste momento, é importante que seja comunicado a Rodrigo o que está acontecendo por meio de um feedback construtivo para que ele possa mudar o procedimento técnico que vem se baseando. Após a mensagem, Rodrigo entendeu onde estava errando e promoveu ajustes. Agora, todos os setores envolvidos estão melhor direcionados e aptos a performar com alta qualidade.

Quem escreveu:

Carolina Viana

Diretora de Gestão de Pessoas

Isabel Machareth

Consultora de Gestão de Pessoas

Siga-nos nas redes sociais!

Tags: , , , , , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × quatro =

Enviar mensagem
Faça seu diagnóstico grátis via Whatsapp
Argos Consultoria Internacional
Olá!
Faça seu diagnóstico gratuito via Whatsapp com um de nossos consultores clicando no botão abaixo.